Nascida e criada em Portugal. Já morei na Polónia, no Brasil, na República Checa e agora é a Suécia que me acolhe.
O meu blogue, tal como o meu cérebro, é uma mistura de línguas. Bem vindos!

Born and raised Portuguese. I have lived in Poland, Brazil, Czech Republic and now I'm in the beautiful Sweden.
My blog, just like my brain, is a blend of languages. Welcome!

sábado, 16 de fevereiro de 2019

Alingsås


A few days after we returned from our cycling tour in Denmark we wanted more and decided to do a one-day cycling trip nearby. We took our bikes on the train and headed to Alingsås, the fika capital of Sweden (fika = coffee/tea with something sweet) and then cycled back. Alingsås is a beautiful town,  full of green areas and surrounded by water, as it is located near two lakes, Mjörn and Gerdsken, and crossed by the river Save.

Poucos dias depois de voltarmos das férias na Dinamarca, queríamos mais pedaladas e decidimos fazer uma viagem de bicicleta de um dia aqui perto. Fomos de comboio com as bicicletas até Alingsås, a capital de fika da Suécia (fika = café/chá com doces) e depois voltamos de bicicleta. Alingsås é uma pequena cidade cheia de espaços verdes e cercada por água, uma vez que está localizada perto de dois lagos, Mjörn e Gerdsken, e é atravessada pelo rio Save.

River Save, the shopping street and the Lutheran church.
O Rio Save, a rua das lojas e a igreja Luterana. 

Gardens, parks and a forest with a gorgeous cat. 
Jardins, parques e uma floresta com um gato lindo. 


 View from the Nolhaga park to a small part of the lake Mjörn (that's giant!).
Vista do parque Nolhaga para uma pequena parte do lago Mjörn (que é gigante!).

 A goat, of course... / Uma cabra, claro...

 Nolhaga slot

 Lake views and lake beaches / Vistas para o lago e praias no lago

 On the way back / No caminho de volta

 Love this colours / Adoro estas cores


 Typical Swedish countryside view / Vista típica numa zona rural sueca 





To top it up we found this quirky Chinese restaurant, surrounded by forest and in the middle of nowhere. That was the last picture I took, so it became a special end to an interesting day spent exploring more of my surroundings.

Encontramos ainda este restaurante Chinês no meio do nada e rodeado por floresta. Esta foi a última foto que tirei, o que deu um final especial a um dia interessante a explorar a região que me rodeia. 

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

I don't care much about Valentine's day and it's not something we celebrate - the overdose of hearts in Poland at this time of the year certainly didn't make it better when I lived there - but I can share a nice experience me and Johan had last summer. 

We have a friend that works as a pastry chef in a fancy hotel, here in Gothenburg. She loves baking, makes great bread and shares the most insane pictures on her Instagram. In the summer, the restaurant at the hotel opens a terrace, where one can go and enjoy a drink and... the desserts. That's exactly what we did. 

Não ligo ao dia dos namorados e não é algo que comemoremos em casa - a overdose de corações na Polônia nesta época do ano certamente não melhorou a situação quando lá morei - mas posso partilhar uma boa experiência que eu e o Johan tivemos no verão passado.

Temos uma amiga que trabalha como chefe pasteleira num hotel chique aqui em Gotemburgo. Ela adora fazer bolos, faz um pão fantástico e partilha as fotos mais insanas no Instagram. No verão passado o restaurante do hotel abriu um terraço ao público, onde se pode ir beber um copo e ... provar as sobremesas. Foi exatamente isso o que fizemos.

 Strawberry and basil dessert
Sobremesa de morangos e manjericão

 Peach and caramel dessert
Sobremesa de pêssego e caramelo 


As expected, the desserts were fantastic and the company was even better :)
Como esperado as sobremesas estavam fantásticas e a companhia ainda melhor :)


quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Brännö - Gothenburg's archipelago


Gothenburg's archipelago has thousands of islands, of all sizes, shapes and landscapes. It is divided in the northern and southern archipelago and both of them are very popular day trips destinations in the summer. Brännö is one of the closest islands to the city, which makes it fast and easy to get there. It has about 700 inhabitants, probably more in the summer than in the winter. It's a great place to hike, bathe, eat a picnic and enjoy a sunny day. Just like the one when we went there last September. 

O arquipélago de Gotemburgo tem milhares de ilhas, de todos os tamanhos, formas e paisagens. Está dividido no arquipélago norte e sul e ambos são destinos bastante populares no verão. Brännö é uma das ilhas mais próximas da cidade, o que faz com que seja rápido e fácil chegar lá. Tem cerca de 700 habitantes, provavelmente mais no verão do que no inverno, e é um ótimo lugar para caminhar, comer um piquenique e aproveitar um dia cheio de sol, como quando nós lá fomos em setembro do ano passado.





The small town is spread on a part of the island, between small marinas, ports, bathing piers and rocks. Brännö Brygga is the most famous spot in Brännö, because it features in a very popular Swedish song of Lasse Dahlquist, from 1941.

A pequena cidade está espalhada por uma parte da ilha, entre pequenas marinas, portos, pontões e rochedos. Brännö Brygga é o local mais famoso de Brännö, por causa da letra de uma canção sueca muito popular de Lasse Dahlquist, de 1941.





There's also a beautiful foot stone bridge, Türks bro, between Brännö and Galterö. Galterö is partly a nature reserve and partly a military area. One can also say that Galterö is a giant grassy field where sheep roam freely. 

Há também uma pequena ponte pedestre, Türks bro, entre Brännö e Galterö. Galterö é parcialmente uma reserva natural e parcialmente uma área militar. Pode dizer-se também que Galterö é um gigantesco campo de erva onde as ovelhas andam livremente.

 Türks bro


 Galterö



After exploring both Brännö and Galterö we enjoyed a beer in a bar built in a shipyard. Unfortunately, I didn't take a picture of all the half boats, tools and scrap laying around just outside the bar, because the bar was literally in the middle of the shipyard. It had a great view as well!
More islands in this archipelago will certainly be explored in a few months when the summer is back in Sweden. 

Depois de explorar Brännö e Galterö, fomos beber uma cerveja num bar construído num estaleiro. Infelizmente não tirei uma foto de todos os barcos, ferramentas e sucata que estavam ao pé do bar, porque o bar fica literalmente no meio do estaleiro. Mas tinha uma vista fantástica!
Mais ilhas neste arquipélago serão certamente exploradas daqui a uns meses, quando o verão estiver de volta à Suécia.



segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Aalborg - Fredrikshamn (Day 6)

The sixth day was also the last day of our trip to the north of Denmark. We cycled from Aalborg back to Fredrikshamn and then took the ferry back to Gothenburg. Our ferry tickets were not until 20:00, so we had plenty of time to cycle back to the port. We planned on taking the straight road this time (64 km) and although we didn't expect to see so much on the way, we left at 11:00 from Aalborg, which gave us plenty of time. Or did it? 

O sexto dia também foi o último dia da nossa viagem ao norte da Dinamarca. Pedalamos de Aalborg para Fredrikshamn e daí apanhamos o ferry de volta a Gotemburgo. Tínhamos bilhetes de ferry para as 20:00, e tínhamos por isso bastante tempo para voltar ao porto. Planeamos ir pela estrada mais direta desta vez (64 kms) e embora não esperamos ver muito pelo caminho, partimos às 11:00 de Aalborg, o que nos deu bastante tempo. Ou será que não deu?



It started all very well, with beautiful fields of cereal, green meadows with slow-paced cows and unexpected castles on the way. 

Tudo começou muito bem, com belos campos de cereais, prados verdes com vacas em ritmo lento e castelos inesperados no caminho.


Hjallerup Church, from 1903 / Igreja de Hjallerup, de 1903

Dronninglund Castle / Castelo de Dronninglund


Dronninglund castle was very beautiful and kind of just popped up on the road. It was constructed in the 12th century and it started as a monastery. In 1690 it was bought by Queen Charlotte Amalie and was renamed Dronninglund (it means queen-grove). Nowadays, it is used as a conference and event hotel. 
I saw a sign for toilet and followed it. I had to cross a bit of the graveyard, go into the church, go up some very narrow and dark stairs, to finally find the toilet on the first floor of the church. 

O castelo de Dronninglund era muito bonito e apareceu quase do nada no nosso caminho. Foi construído no século XII e começou por ser um mosteiro. Em 1690 foi comprado pela rainha Charlotte Amalie e renomeado Dronninglund (significa rainha-bosque). Hoje em dia é usado como um hotel de conferências e eventos.
Quando estava lá vi um sinal para a casa de banho e segui-o. Tive que atravessar um pedaço do cemitério, entrar na igreja, subir umas escadas muito estreitas e escuras, para finalmente encontrar a casa de banho, que ficava no primeiro andar da igreja.



Denmark has a lot of bicycle paths and it was always easy to follow them, as each path had a number and sometimes even the destination city(ies). However, the path we were following the last day took us through some gravel paths, which was not as nice. At first, they were quite broad and hard, so it was easy to ride even though we did it slower. Still, every time we came to a crossing with a road we checked the maps and chose the road when possible. 

A Dinamarca tem muitas ciclovias e foi sempre fácil segui-las, pois cada caminho tinha um número e às vezes até a(s) cidade(s) de destino. No entanto, o caminho que seguimos no último dia levou-nos por caminhos de terra e gravilha, que não eram tão bons. No começo eram bastante largos e pisados, pelo que era fácil pedalar na mesma, ainda que mais devagar. Ainda assim, de cada vez que chegávamos a um cruzamento com uma estrada víamos no mapa se dava para seguir antes pela estrada.


That's how we found ourselves in the beautiful and peaceful village of Dorf Kikerby, its animals and windmill. We felt so lucky because the landscape was really beautiful. 
Foi assim que demos connosco na bela e pacífica aldeia de Dorf Kikerby, com os seus animais e moinho. Sentímo-nos mesmo sortudos por estar ali a ver aquela paisagem.





After a while, we found another cycling path that according to the map would be a good shortcut. Wrong decision! That path took us through some forest and the trail was so sandy that we had to walk for a while. We kept going thinking it would become better ahead and we alternated between riding carefully and walking with the bikes. It took ages to do one kilometer and we both, dirty and sweaty, decided that we were taking the road at the next crossing, even if it was a larger road without bicycle paths. 

Um pouco depois, encontramos outra ciclovia que de acordo com o mapa seria um bom atalho. Decisão errada! Esse caminho levou-nos através de alguma floresta e por um trilho tão arenoso que tivemos que andar durante um bocado. Continuamos, a pensar que melhoraria mais à frente e íamos alternando entre pedalar com cuidado e andar. Demoramos séculos a fazer um quilômetro e já estavamos os dois sujos e suados quando decidimos que íamos definitivamente pela estrada no cruzamento seguinte, mesmo que fosse uma estrada maior sem ciclovias.


And that's when it happened... Johan got a flat tire! Of course, it had to happen the last day, the only day we had a time deadline. His bicycle is quite new and it would be the first time he would change the tire. Fortunately, we had been smart enough to take with us an extra tire, and we didn't have to fix the hole (it would have been tricky without water nearby). We got nervous, of course, but we knew we had time to spare. It all went well and Johan was a real champion and changed the tire in 15 minutes! When we got back on our bicycles and rode again, we found out that the asphalt road was a mere 300m from where we got the flat tire. So close. 

E foi aí que aconteceu... o Johan teve um furo no pneu! Claro que tinha que acontecer no último dia, o único dia em que tinhamos hora para chegar. A bicicleta dele é nova e nunca lhe tinha mudado o pneu, mas felizmente fomos espertos o suficiente para levar uma câmara de ar extra, e assim não precisávamos de remender o buraco (teria sido complicado sem água por perto). Ficamos nervosos claro, mas sabíamos que tínhamos tempo de sobra. Tudo correu bem e o Johan foi um verdadeiro campeão e mudou o pneu em 15 minutos! Quando voltamos às nossas bicicletas e voltamos a pedalar, descobrimos que a estrada de asfalto ficava a uns meros 300 metros de onde o pneu furou. Tão perto.


After that we just rode, stopping only in a small supermarket to buy snacks. It was very windy and there was a lot of up and down (wasn't Denmark supposed to be flat???), so our legs were already complaining. Eighty kilometres after we left Aalborg we arrived in Frederikshavn, an hour and a half before the ferry departure and we could finally relax. We had booked a buffet dinner on the ferry so we celebrated our tough but successful day with a beer, in one of the cafes nearby the port. This was also funny because I ordered beers and the waiter showed me these plastic glasses from behind the counter, asking if that size was ok. I thought they were 500ml, so I ordered two. It turned out they were 750ml!! 

Depois disso foi só andar, parando apenas num pequeno supermercado para comprar comida. Havia muito vento e muitas subidas e descidas (mas a Dinamarca não era muito plana???) e as nossas pernas já se queixavam muito.  Oitenta quilómetros depois chegamos a Frederikshavn, uma hora e meia antes da partida do ferry e pudemos finalmente relaxar. Tínhamos marcado jantar de bufê no ferry e celebramos o nosso dia duro mas bem sucedido com uma cerveja num dos cafés perto do porto. Isso também foi engraçado porque eu pedi cervejas e o empregado de mesa mostrou-me estes copos de plástico por trás do balcão, perguntando se era este o tamanho. Eu pensei que eram de 500ml e pedi dois. Afinal eram de 750ml!!



We then headed to the ferry, now dirty, sweat and also drunk (just joking) and could finally enjoy a meal. The buffet was great, with a lot of seafood and other Scandinavian delicacies, a table of cheese and desserts. They even had a soft-ice cream machine! 

Seguimos depois para o ferry, agora sujos, suados e também bêbedos (estou a brincar) e pudemos então comer uma refeição como deve ser. O buffet era óptimo, com marisco e outras delícias escandinavas, mesa de queijos e sobremesas. Até havia uma máquina de gelados!




And that's how we ended a memorable trip, full of adventures and new experiences. We rode in total about 300 km in 4 cycling days and it felt great. We want to absolutely do it again! 

E foi assim que terminamos uma viagem memorável, cheia de aventuras e novas experiências. Pedalamos no total cerca de 300 kms em 4 dias e foi espectacular. Vamos com certeza repetir!